Pen drives são ótimos para armazenar e transportar arquivos de forma prática e portátil. Porém, os dados salvos neles ficam vulneráveis caso o dispositivo seja perdido ou roubado.

A melhor forma de manter as informações em um pen drive verdadeiramente seguras é usar criptografia. A criptografia embaralha os dados, tornando impossível de terceiros acessarem sem a senha correta.

Veja a seguir como criptografar um pen drive no Windows e no Linux para proteger seus dados.

Usando software de criptografia no Windows

A forma mais simples de criptografar um pen drive no Windows é utilizando um software dedicado para isso. Existem várias opções gratuitas, como o BitLocker, VeraCrypt e DiskCryptor.

O BitLocker é nativo do Windows, enquanto VeraCrypt e DiskCryptor precisam ser instalados separadamente. Todos utilizam criptografia robusta AES de 128 ou 256 bits para embaralhar os dados.

Veja como usar o VeraCrypt, por exemplo:

Faça download e instale o VeraCrypt. Em seguida, execute o software.

Conecte o pen drive que deseja criptografar em uma porta USB.

Clique em “Criação de Volume”.

Selecione “Encrypt a non-system partition/drive” e clique em “Next”.

Escolha a letra de drive do seu pen drive na lista e clique em “Next”.

Escolha o algoritmo de criptografia, como AES, e clique em “Next”.

Defina uma senha forte que será necessária para acessar o pen drive.

Em seguida, escolha as opções de sistema de arquivos e clique em “Format”.

Após concluído, o pen drive estará criptografado e protegido por senha.

Usando prompt de comando no Windows

Também é possível criptografar pen drives no Windows usando o prompt de comando e a ferramenta BitLocker:

Abra o cmd como administrador e identifique a letra do pen drive com o comando “diskpart”.

Digite “bitlocker /enable”, informando a letra do drive do pen drive para habilitar o BitLocker nele.

Reinicie o PC para que as alterações surtam efeito.

Usando o Windows Explorer, clique com botão direito no pen drive, vá em “Ativar BitLocker” e defina a senha.

O drive será criptografado com o BitLocker nativo do Windows usando criptografia AES de 128 ou 256 bits.

Criptografando pen drive no Linux

No Linux, a ferramenta mais indicada para criptografar pendrives é o LUKS (Linux Unified Key Setup). Ele fornece criptografia AES robusta de 128 ou 256 bits.

Para usá-lo via linha de comando:

Conecte o pen drive a uma porta USB no Linux.

Descubra identificação do drive com o comando “lsblk”.

Use o comando “sudo cryptsetup -y luksFormat /dev/XXX”, substituindo XXX pela ID do drive.

Insira uma senha segura para criptografar o pen drive.

Abra o drive criptografado com “sudo cryptsetup luksOpen /dev/XXX pen”, escolhendo um nome para ele.

O pen drive estará disponível para uso em /dev/mapper/pen, totalmente criptografado.

Outras dicas importantes

Lembre-se sempre de desconectar o pen drive de forma segura após o uso. Além disso, desabilite a inicialização a partir de drives USB em sua BIOS para evitar ataques.

Mantenha backups dos dados em outro local e jamais esqueça as senhas, pois não há como recuperar dados de um drive criptografado sem elas.

Use criptografia em todos os seus pendrives para garantir que informações sensíveis fiquem devidamente protegidas contra acessos não autorizados.

Pen drives são ótimos para armazenar e transportar arquivos de forma prática e portátil. Porém, os dados salvos neles ficam vulneráveis caso o dispositivo seja perdido ou roubado.

By Iye

Leave a Reply