Não conseguir abrir o pen drive no celular é um problema comum enfrentado por muitos usuários. Existem vários motivos pelos quais isso pode acontecer, bem como algumas soluções que podem ajudar a resolver a situação.


Uma das principais causas para o pen drive não abrir no celular é incompatibilidade entre os sistemas de arquivos. A maioria dos pen drives vem formatada em FAT32 ou NTFS, enquanto os smartphones Android usam EXT4 ou F2FS. Se o celular não suportar o sistema de arquivos do pendrive, ele simplesmente não vai reconhecer e abrir os arquivos.
Outro motivo frequente é o pen drive requerer mais energia do que o celular pode fornecer. Alguns modelos de pendrive, especialmente os de alta capacidade, consomem mais energia e a porta USB do celular não consegue entregar potência suficiente para o funcionamento. Isso faz com que o dispositivo nem seja detectado.
Também pode acontecer do pen drive ter sido desconectado incorretamente do computador anteriormente, resultando em erros que impedem que ele seja lido corretamente nos outros dispositivos. As vezes um pino dentro do conector USB pode ter se dobrado ou quebrado, impossibilitando o contato elétrico adequado.
Falhas no sistema do celular, como erros de driver USB, bugs de software e até mesmo porta danificada também entram como possíveis causas para o pendrive não ser reconhecido. Atualizações do sistema pendentes ou arquivos corrompidos podem levar a problemas de compatibilidade.
Então, quais são as possíveis soluções quando o pen drive não abre no celular? A primeira coisa a fazer é verificar se o pendrive é compatível com o smartphone. A maioria dos aparelhos Android atuais funcionam com pen drives em FAT32, então esse deve ser o formato.
Depois, é importante conectar o pen drive diretamente na porta USB do celular, sem utilizar adaptadores, hubs USB ou cabos longos, que podem consumir ainda mais energia. Também vale testar com o smartphone completamente carregado, para garantir potência máxima.
Reiniciar o celular e limpar o cache de aplicativos de arquivos, como o próprio Gerenciador de Arquivos, também pode ajudar. Atualizar o sistema para a versão mais recente e estável elimina possíveis bugs de drivers e sistemas de arquivos.
Se nada disso resolver, pode ser necessário formatar o pen drive. Isso apaga todos os dados, mas corrige possíveis erros e inconsistências. Após o formato, é essencial não desconectar o dispositivo de forma incorreta do computador, para evitar novos danos.
Em última instância, se o problema persistir, é sinal que há algum defeito físico no pen drive ou na porta USB do celular. Nesses casos, a solução definitiva é substituir o hardware danificado por um novo, seja o smartphone ou o pendrive.
Portanto, na maioria das vezes é possível resolver a questão do pen drive não abrir no celular com ajustes de configuração, atualizações de software e verificando compatibilidade. Mas em certos casos mais graves, não tem jeito: é preciso substituir o componente defeituoso. De qualquer forma, tentando passo a passo as diversas soluções, é provável resolver o problema e voltar a transferir arquivos normalmente.
Se o problema persistir mesmo após tentar todas as soluções, uma opção é utilizar aplicativos e softwares que facilitam o acesso ao pen drive no celular.
Existem apps capazes de ler uma grande variedade de sistemas de arquivos, contornando as limitações do smartphone. Por exemplo, o Paragon exibe arquivos de drives formatados em NTFS, HFS+ e outras opções menos comuns em celulares Android.
Outra categoria útil são softwares que transformam o smartphone em um “computador virtual”. O UserLAnd, por exemplo, permite instalar um Linux completo no Android. Dessa forma, o sistema do app consegue ler e gravar no pen drive conectado, como se fosse um PC comum.
Alguns fabricantes de smartphone também disponibilizam seus próprios apps de transferência de arquivos, que são otimizados para funcionar bem com pen drives. É o caso do Samsung File Transfer para aparelhos Galaxy. Vale a pena buscar e testar esses apps da sua marca.
Uma dica extra é utilizar um leitor de cartão SD junto com um adaptador OTG. Conectando o leitor na porta USB do celular via cabo OTG, muitas vezes o smartphone consegue detectar cartões micro SD em pen drives, mesmo que o drive em si não seja reconhecido.
Por fim, se mesmo apps e softwares especiais não resolverem, resta o caminho da nuvem: utilizar serviços como Google Drive ou Dropbox para fazer o upload dos arquivos do PC e depois baixá-los no celular. Assim não é necessário pen drive, uma solução alternativa interessante.
Portanto além das soluções técnicas, softwares específicos também ajudam a contornar o problema do pen drive não abrir no celular. Com criatividade e determinação, quase sempre há um meio de transferir os arquivos desejados.

By Iye

Leave a Reply