Os esportes eletrônicos (eSports) vêm crescendo em popularidade nos últimos anos, com competições que movimentam milhões de dólares em premiação. Para competir nesses jogos em alto nível, ter uma GPU decente é essencial. A placa de vídeo Nvidia GeForce GTX 1050 Ti é uma opção interessante para quem busca bom desempenho sem gastar uma fortuna. Vamos analisar como essa placa se comporta em alguns dos principais jogos competitivos da atualidade.

GTX 1050 Ti para eSports – Como ela se sai em jogos competitivos?插图
A GTX 1050 Ti foi lançada em 2016 ainda na era Pascal da Nvidia. Ela traz 4GB de memória GDDR5, frequências de clock de 1341 MHz (base) e 1455 MHz (boost), além de 768 núcleos CUDA. É uma placa de entrada que consegue rodar games recentes em Full HD com qualidade.
Seu preço acessível, por volta de R$800, a torna uma excelente opção para quem deseja montar um PC gamer visando jogos multiplayer online. Ela permite rodar shoots em first person (FPS) como CS:GO, Overwatch e Valorant acima de 100 fps estáveis com configurações médio-altas.
Em MOBAs (multiplayer online battle arena) como League of Legends e Dota 2, a 1050 Ti passa longe dos 144 fps em Full HD, chegando na casa dos 90 fps em teamfights mais pesados. Mas a experiência ainda é bastante satisfatória para eSports.
Ela também roda bem jogos mais exigentes como Rainbow Six Siege e Apex Legends, mantendo taxa de quadros acima de 60 fps com ajustes gráficos em médio. Ou seja, dá para competir em alto nível nesses títulos sem grandes problemas.
É claro que a GTX 1050 Ti não é a placa mais potente atualmente. Modelos como a GTX 1660 Ti e RTX 2060 conseguem desempenho bem superior por um custo adicional de aproximadamente R$500.
Porém, para quem tem orçamento limitado ou deseja apenas uma configuração básica para eSports, a 1050 Ti cumpre seu papel muito bem. Ela roda a grande maioria dos títulos competitivos entre 60 e 120 fps em Full HD, permitindo jogabilidade fluida e responsiva.
Alguns pontos negativos da placa são o suporte limitado para tecnologias recentes como ray tracing e DLSS, além do aquecimento um pouco elevado sob carga máxima. Porém, nada que comprometa a experiência em jogos online.
Portanto, se você busca uma GPU de entrada para montar um setup voltado para eSports, a GTX 1050 Ti é uma escolha acertada. Ela irá proporcionar taxa de quadros estável e experiência competitiva satisfatória na maioria dos títulos multiplayer mais populares por um preço bem convidativo. Uma ótima pedida custo-benefício para quem não deseja gastar uma fortuna com a máquina de games.
Baterias e vida útil
Uma preocupação de alguns usuários em relação à GTX 1050 Ti é a falta de conector PCIe adicional para alimentação. A placa conta apenas com o power delivery da slot PCI Express, o que poderia limitar o overclock ou reduzir sua vida útil.
Porém, na prática isso não costuma ser um problema. A Nvidia projeta bem suas placas para operar apenas com o power slot PCIe sem overheating. Além disso, os níveis de overclock que a 1050 Ti permite são limitados de qualquer forma devido à sua arquitetura.
Em uso normal, não há registro de falhas prematuras devido à falta de conectores adicionais de energia. Existem relatos de GTX 1050 Ti funcionando por mais de 5 anos sem queda de performance ou problemas. Portanto, não é uma preocupação válida para o uso em eSports.
Configuração com processador
Outro ponto importante ao montar um setup com a GTX 1050 Ti é escolher um processador adequado para não causar gargalo. A placa pode ser limitada caso seja combinada com um CPU muito antigo ou fraco.
O ideal é combiná-la com processadores Intel Core de 8a geração ou Ryzen 5/7 da AMD. Configurações como i5-8400, i3-8350K, Ryzen 5 2600X e Ryzen 7 2700X são boas pedidas para extrair o máximo da 1050 Ti sem causar bottlenecks.
Já CPUs mais antigos como o i5-760 ou FX-6300 tendem a limitar o poder da placa em alguns títulos. Portanto, busque um combo CPU + GPU balanceado ao montar um PC com a 1050 Ti focado em eSports.
Conclusão
Para concluir, a GeForce GTX 1050 Ti é uma excelente placa de vídeo entrada para jogos competitivos, oferecendo otima jogabilidade Full HD por um custo reduzido. Ela roda os principais títulos de eSports a taxas de quadros elevadas, proporcionando performance estável.
É uma GPU ideal para quem não pretende investir alto em hardware mas deseja poder jogar online em alto nível. Combinada com um processador decente, ela proporcionará anos de uso intenso em competições multiplayer. Uma ótima opção custo-benefício para construir um PC gamer voltado para o universo dos eSports.

By Iye

Leave a Reply