Não é incomum que os pen drives (também conhecidos como USB drives ou pendrives) esquenteçam com o uso prolongado. Isso ocorre porque esses dispositivos têm componentes eletrônicos internos que geram calor durante o funcionamento. Embora um leve aquecimento seja normal, um superaquecimento excessivo pode indicar problemas e até danificar o pen drive.

Pen drive superaqueceu? Descubra as causas e soluções插图
Quais são as causas do superaquecimento?
Há vários motivos pelos quais um pen drive pode superaquecer, os mais comuns são:
– Uso prolongado: Quanto mais tempo o pen drive fica sendo usado sem descanso, mais ele tenderá a esquentar. Isso ocorre porque seus componentes ficam o tempo todo em funcionamento, gerando calor constantemente.
– Arquivos pesados: Se o pen drive estiver sendo usado para transferir ou acessar arquivos muito grandes, como filmes e jogos, seu trabalho será mais intenso, levando ao superaquecimento.
– Pouca ventilação: Pen drives possuem orifícios para ventilação, se eles ficarem obstruídos isso impedirá a saída de calor e causará o superaquecimento.
– Falha no hardware: Às vezes o superaquecimento ocorre por algum problema nos componentes internos do pen drive, como falha no controlador ou nos chips de memória.
– Infeção por vírus/malware: Softwares maliciosos como vírus e malwares sobrecarregam o pen drive fazendo com que ele trabalhe em excesso e esquente muito.
– Conexão lenta: Se o pen drive estiver conectado em uma porta USB antiga ou defeituosa, a lentidão na transferência de dados obrigará o dispositivo a trabalhar mais intensamente.
– Falta de compatibilidade: Usar o pen drive em computadores muito antigos ou com portas USB 1.0 em vez de 2.0 também pode causar transferências lentas e superaquecimento.
Quais problemas o superaquecimento pode causar?
Deixar o pen drive superaquecer por muito tempo pode trazer sérios danos e problemas:
– Danos aos componentes internos, com possibilidade de pane permanente do dispositivo.
– Corrupção ou perda de dados armazenados no pen drive. O calor em excesso pode danificar os arquivos.
– Choque térmico ao remover o dispositivo muito quente e conectá-lo em outro computador.
– Risco de queimaduras se o pen drive estiver extremamente quente ao tocá-lo.
– Redução da vida útil do dispositivo, que deixará de funcionar mais cedo.
– Lentidão e travamentos ao usar o pen drive superaquecido, por conta do excesso de calor prejudicando os componentes.
Soluções para evitar o superaquecimento
A melhor solução é prevenir que o pen drive esquente demais. Para isso, alguns cuidados e boas práticas ajudam:
– Não usar o pen drive por períodos muito longos sem intervalos. Faça pausas para esfriar.
– Remova o pen drive com segurança pelo sistema antes de desconectá-lo fisicamente.
– Evite transferir arquivos muito pesados de uma só vez, transfira em lotes menores.
– Mantenha os orifícios de ventilação desobstruídos e livres de poeira.
– Use o pen drive apenas em portas USB 2.0 ou 3.0 para melhor desempenho.
– Verifique se há vírus ou malwares e faça uma varredura.
– Atualize os drivers e firmware do pen drive pelo site do fabricante.
– Não exponha o pen drive a altas temperaturas, luz solar direta ou locais sem ventilação.
Se o problema persistir, o pen drive pode estar com defeito e precisará ser substituído. Mas antes tente:
– Usar em outra porta USB ou computador, para verificar se o problema é no pen drive ou na porta/PC.
– Reformatar o pen drive com o programa do fabricante ou utilitário de disco do sistema. Isso eliminará eventuais erros e corrigirá problemas.
– Fazer backup dos dados e realizar um restauro de firmware, se essa opção estiver disponível para o modelo.
– Abrir o pen drive com cuidado e verificar se há sujeira, poeira ou oxidação nos componentes internos. Limpe com um pano macio umedecido com álcool isopropílico.
Se depois de tentar todas essas soluções o overheating persistir, é sinal que algum componente interno foi danificado. Nesse caso será necessário substituir o pen drive por um novo. Ao comprar outro modelo, dê preferência a marcas conhecidas e evite opções não certificadas.
Também é aconselhável adquirir um pen drive de boa qualidade e que tenha material externo de dissipação de calor. Modelos em metal tendem a manter temperaturas mais amenas durante o uso. Siga as dicas para evitar o superaquecimento e o novo pen drive durará muito mais.

By Iye

Leave a Reply